quarta-feira, 25 de março de 2009

CIENTISTAS CRIAM SANGUE ARTIFICIAL- ainda as questões da ética



Transfusões
Cientistas criam Sangue Artificial
por PATRÍCIA JESUS


«Investigadores britânicos esperam conseguir produzir quantidades ilimitadas de sangue artificial para transfusões num prazo de três anos.
Na realidade, este sangue não terá nada de artificial - será desenvolvido a partir de células estaminais embrionárias - e a designação artificial refere-se apenas ao facto de ser fabricado em laboratório, um sonho da comunidade médica mundial com mais de 50 anos.


O projecto de investigação, revelado ontem pelo jornal britânico The Independent, será liderado por Marc Turner, professor da Universidade de Edimburgo e director do serviço de sangue e transfusões da Escócia -, envolve também os serviços de sangue ingleses e o Wellcome Trust, uma fundação privada de apoio à investigação na medicina.
O plano é simples: estimular células estaminais de embriões humanos para que dêem origem a células do sangue: glóbulos vermelhos.


Recorrendo aos embriões que sobram dos tratamentos de fertilidade, os cientistas vão procurar aqueles que estão geneticamente programados para desenvolver o tipo 0 negativo - o do dador universal, que pode ser dado a qualquer pessoa sem perigo de rejeição.

O responsável reconhece que a investigação com células estaminais é um dos caminhos mais prometedores para criar sangue "artificial" mas duvida que se "encontre um substituto credível para o sangue natural nos próximos anos".

Ler o resto da Notícia no DN

.......................
Sobre as questões éticas que envolvem a utilização de embriões excedentário e sobre a utilização desses embriões para a investigação, ler

Relatório - Parecer sobre a experimentação no embrião - 15/CNECV/95 - Comissão Nacional de Ética para as Ciências da Vida
Lei da procriação medicamente assistida
Bionet
Enviar um comentário