domingo, 23 de outubro de 2016

Sistema de informações criminais tem falhas e foi pouco utilizado



O sistema de informações criminais é complexo, tem falhas e foi pouco utilizado no primeiro ano de funcionamento. É a conclusão do conselho de fiscalização da plataforma informática que foi definida pelo Governo como um passo estruturante na investigação criminal.


Ainda nos primeiros meses de funcionamento da plataforma são apontados atrasos, falta de formação e falhas técnicas. Estes são motivos para o conselho de fiscalização sublinhar uma «preocupação institucional».
É um sistema muito complexo, lento e por vezes frustrante. O conselho que fiscaliza a plataforma informática criada há cerca de um ano aponta falhas, atrasos e falta de formação.
O Diário de Noticias adianta que as falhas técnicas são o principal problema: o acesso é difícil  falta informação sobre a capacidade do sistema, de tal forma, que por exemplo, a Polícia, o SEF e a PJ não conseguem dizer quantas vezes usaram o sistema neste primeiro ano.

Continuar a ler
Enviar um comentário